sexta-feira, 20 de abril de 2012

CARBONIZAÇÃO DO LIXO


CARBONIZAÇÃO DO LIXO: 
SOLUÇÃO SIMPLES PARA A RESOLUÇÃO DE UM PROBLEMA COMPLEXO
PDF
Imprimir
E-mail

Escrito por Redação ABNews com assessoria   
Sáb, 29 de Maio de 2010 09:11
http://4.bp.blogspot.com/_V60HBojz4UY/TAD79akI13I/AAAAAAAAZOY/Btwo7pLr7KY/s400/DSC00166.JPGO Engenheiro Agrônomo Luiz Omar Pichetti (a esq. na foto)Secretario de desenvolvimento do município de Água Boa –MT esteve visitando a empresa Natureza limpa, buscando informações e verificando “in loco” a instalação de um projeto inovador comandado pelo empresário Mario Martins, em Unaí MG.
O Secretario voltou empolgado com o projeto que segundo ele é simples, factível, operacional e revolucionário por definir uma nova forma de utilização dos resíduos sólidos transformando o lixo de origem animal e vegetal em energia termoelétrica e ainda reaproveitando os resíduos de origem mineral.
Para Pichetti, trata-se de uma idéia daquelas que mesmo óbvias levam tempos para serem concebidas e depois de prontas, tornam-se revolucionários definindo novos paradigmas nas intrincadas relações dos serem humanos entre si e com o meio que os cercam.
http://1.bp.blogspot.com/_V60HBojz4UY/TAD4S4dHkYI/AAAAAAAAZOI/4glPiRZaxE4/s400/DSC00170.JPGO projeto em referencia deverá a médio e longo prazo decretar a extinção dos lixões e dos aterros sanitários e conseqüentemente a eliminação de uma gama de problemas socioambientais deles derivados.
Trata-se de metodologia inédita, inovadora e sustentável que produz energia de alto valor calorífico através de briquetes de carvão, originados da queima do lixo residencial, industrial, urbano e mesmo rural, eliminando a coleta seletiva, evitando a utilização dos famigerados lixões e dos aterros, reduzindo a contaminação ambiental.
Em suma, trata-se de um projeto perfeitamente sustentável, tendo sua filosofia baseada no tripé da viabilidade social, econômica e ambiental, tendo a ética como seu sustentáculo principal.
A proposta apresenta comprovada sustentabilidade ambiental reduzindo os impactos causados ao solo, ar e água uma vez que neste sistema os resíduos não entram em contato direto com o solo, reduzindo desta maneira a contaminação do lençol freático e a contaminação do ar.

No processo proposto, o lixo é transportado às usinas por meio de caminhões e depositado diretamente em uma moega de onde é transportado através de uma esteira até o forno onde ocorre a carbonização a 700ºC, de forma que a umidade do lixo é reduzida a 3%. A seguir, toda a massa, carbonizada e não carbonizada é enviada para uma área específica onde é resfriada; a seguir os resíduos não carbonizáveis de origem mineral como vidros, latas e metais em geral são separados e a massa carbonizável é transportada através de uma esteira até o formulador onde recebe substancias naturais que possibilitam sua modelagem e manipulação. Por fim, a mistura é transportada até um compartimento específico onde é transformada em briquetes de carvão de elevado valor energético, dos quais parte são utilizados para dar sustentabilidade a o processo de produção e o restante é destinado a comercialização.
Pichetti ressaltou tratar-se de um processo que em breve deverá ser de uso generalizado, dadas as suas enormes vantagens em relação as alternativas atuais de destinação do lixo, destacando ainda que tanto os líquidos provenientes do processo quanto a fumaça da carbonização são enviados a um destilador que retira todos os poluentes, lançando a o ar apenas vapor d’água.
http://4.bp.blogspot.com/_V60HBojz4UY/TAD6E6V6SMI/AAAAAAAAZOQ/RVKp-rP_zec/s1600/DSC00169.JPG
NATUREZA LIMPA: Projeto de Unaiense é destaque nacional
http://img1.blogblog.com/img/icon18_email.gif
http://4.bp.blogspot.com/_GoDOn383SvY/TVLw03Gsk7I/AAAAAAAAAVQ/qMf0VV4GTuA/s200/residuo.jpg
Vista parcial do forno e moega
O Projeto Natureza Limpa é um sistema revolucionário e altamente sustentável que possibilita a produção de energia termoelétrica, através da produção de briquetes de carvão. Um produto de alto valor calórico que usa como matéria-prima o lixo residencial, industrial e urbano (resíduos orgânicos, plástico, pneus, papel, madeira, entre outros) das pequenas, médias e grandes cidades, sem a necessidade de coleta seletiva. Resíduos que acabam sendo depositados em lixões e aterros, comprometendo de diversos modos o nosso meio ambiente e a sociedade em que vivemos.
Esta revolucionária tecnologia chega como uma solução inteligente e definitiva para acabar com a forte agressão ambiental e social causada por estes lixões e aterros sanitários em todo o mundo. Uma ferramenta indispensável, em tempos onde a busca por alternativas para lidar com o lixo e com a geração de energia tornou-se decisiva.

Desde o século passado é visível o esforço coletivo, por parte de alguns segmentos da sociedade, de uma rede compartilhada de proteção ao meio ambiente e à vida. Ciente de sua parcela de responsabilidade frente às questões apresentadas, a empresa TJMC Empreendimentos Ltda., em parceria com o Núcleo Técnico-Ambiental Railton Faz, desenvolveu este incrível projeto.
Trata-se de um amplo investimento focado em contribuir com a qualidade de vida das comunidades, numa postura ética e sócio-econômica sustentável assegurando qualidade de vida no presente e no futuro das novas gerações.
 

http://www.naturezalimpa.com/img/mini_topo_beneficios.gif



http://www.naturezalimpa.com/img/marcador.gifExtinção dos lixões e aterros sanitários
  • Por utilizar o lixo como matéria-prima, o Projeto Natureza Limpa visa a médio e longo prazo, a extinção dos lixões e aterros sanitários nos municípios onde forem instaladas as usinas, acabando assim com os sérios problemas ambientais e sociais causados pelos mesmos.A idéia é possibilitar um consumo contínuo dos resíduos urbanos descartados, para a produção de briquetes de carvão, fonte de energia termoelétrica.

http://www.naturezalimpa.com/img/marcador.gif Preservação ambiental

  • Fim dos impactos ambientais causados pelo lixo ao solo, ao ar e ao lençol freático, principalmente pelo chorume, visto que todo o processo, desde a chegada dos resíduos até a produção final, elimina qualquer tipo de contato com o solo.
  • Substituição da queima de lenha na produção do carvão, diminuindo o desmatamento e a poluição.
  • Filtragem dos gases nocivos liberados na carbonização do lixo.
  • Aumento da oferta de energia elétrica
http://www.naturezalimpa.com/img/marcador.gif Produção de energia termoelétrica
  • Produção de carvão com alto poder calórico, para uso industrial. Produto que será usado como fonte de energia termoelétrica e também como fonte de energia em todo o seu processo de produção. A produção do carvão é feita através da carbonização do lixo, em um processo limpo e eficaz, onde é realizada a filtragem e reaproveitamento de todos os gases e elementos nocivos gerados nesta carbonização.
http://www.naturezalimpa.com/img/marcador.gif Alta capacidade de produção
  • Alto consumo de resíduos através de usinas com capacidade de processamento de até 10 toneladas/hora. A quantidade de carvão produzida pode variar significativamente em função da “qualidade” dos resíduos, pois o processo dispensa a coleta seletiva do lixo.
http://www.naturezalimpa.com/img/marcador.gif Facilidade de implementação e manutenção

  • As máquinas para fabricação de briquetes possuem baixo custo operacional e de fabricação, por utilizarem mecanismos simples no seu funcionamento, possibilitando assim redução nos custos com manutenção e mão-de-obra.
http://www.naturezalimpa.com/img/marcador.gif Alto impacto econômico
  • Partindo do princípio que o volume produzido de lixo no Brasil é de 350 kg/ano por habitante, o volume de carvão a ser produzido com esta matéria-prima poderá oferecer às usinas termoelétricas o suficiente para aumentar significativamente a produção de energia elétrica em todo o país.O projeto possibilitará também uma redução significativa nos gastos com acondicionamento e transporte do lixo urbano.

Mário Martins, criador do
projeto Natureza Limpa
 A humanidade gera lixo
Nós geramos energia do lixo

A tecnologia utilizada no Projeto Natureza limpa foi desenvolvida pelo Núcleo Técnico-Ambiental Railton Faz em parceria com a TJMC Empreendimentos, tendo como objetivo a produção de energia termoelétrica a partir da carbonização e reutilização do lixo urbano.
A tecnologia possibilita a utilização de resíduos urbanos, que na maioria das vezes são descartados em aterros e lixões, para a produção de briquetes de carvão, com alto poder calórico, que será utilizado como fonte energética para uso industrial.
Uma característica única neste sistema de carbonização é a filtragem e reaproveitamento dos gases e elementos nocivos liberados durante o processo, garantindo assim uma produção eficiente, limpa e altamente sustentável.
O processo dispensa a coleta seletiva do lixo, possibilitando a utilização do lixo da mesma forma que ele chega através dos caminhões de transporte.

http://3.bp.blogspot.com/_GoDOn383SvY/TVLvNoAhKgI/AAAAAAAAAVM/tGUzN-K4YdA/s1600/residuo.jpg
Resídudo final para reciclagem (não carbonizável)
 A carbonização abrange a maioria dos tipos de resíduos (orgânicos, plásticos, madeira, papel, pneu, entre outros). Os resíduos que não são carbonizáveis (vidros e metais) são coletados e posteriormente reutilizados.
Vale lembrar que em todo o processo, desde a chegada do lixo à produção do briquete, os resíduos não entram em contato direto com o solo, garantindo assim a integridade do lençol freático.



 Etapas do Processo de Produção

  1. O lixo chega até a usina através dos caminhões de transporte.
  2. O lixo é depositado diretamente dos caminhões em uma moega com grande capacidade de armazenamento.
  3. Os líquidos provenientes deste processo são captados e reutilizados posteriormente.
  4. Os resíduos sólidos são transportados através de uma esteira elétrica até o forno de carbonização a 700ºC, que proporciona uma redução de umidade destes resíduos a 3%. 
  5.  fumaça e os líquidos gerados na carbonização são enviados a um destilador que por sua vez retira todos os poluentes da fumaça, lançando na atmosfera apenas vapor d´água.
  6. A massa carbonizada é enviada juntamente com os materias não carbonizáveis, para um área quarentenária, onde será feito o resfriamento desses elementos.
  7. Os resíduos não cabonizáveis (vidros e metais) são retirados manualmente por funcionários, e a massa resfriada é transportada através de outra esteira até o formulador.
  8. No formulador esta massa recebe a adição de uma substância natural que possibilita a sua manipulação e modelagem.
  9. O resultado desta mistura é transportado até o briquetador, onde é transformado em briquetes de carvão com alta densidade e valor energético.
  10. A maior parte dos briquetes produzidos são embalados para comercialização e o restante utilizado neste sustentável processo de produção.


 
http://www.naturezalimpa.com/img/foto_01_02.gif

http://www.naturezalimpa.com/img/foto_01_01.gif
http://www.naturezalimpa.com/img/foto_01_03.gif




Nenhum comentário:

Postar um comentário